terça-feira, 23 de junho de 2009

Adereço novo



Por acaso gostei daquele PD (professor doutor) Neurocirurgião.
Simples, claro, de discurso fluído e bem exemplificativo.

Depois de uma conversa de 20 minutos, "obrigou-me" a levar os desenhos que ele tinha rabiscado no papel, para me lembrar das posições erradas e prejudiciais para a coluna que eu não devo fazer. Confesso que uma das posições demonstradas me custa a ter porque me causa dor noutra zona da coluna.

Isso porque pelas palavras dele, o mal começa na cervical com aquilo que ele diz ser uma hérnia (antiga protusão discal em C5/C6), ao evitar a dor cervical provoco dor torácica (aqui a escoliose dextro-convexa de muitíssimo grande raio da metade superior da coluna dorsal, ajuda à "conversa"), ao evitar a dor torácica provoco dor lombar (acentuada lordose lombar).

Gostei deste PD porque para além de me ter dito que eu já aprendi a defender-me da dor (adoptando determinadas posições e eliminando outras), me mostrou soluções, dicas para a diminuição de dor e de desconforto, sem impingir logo medicamentos ou cirurgias.

Mais uma vez ouvi que a natação em especial nadar de costas seria uma mais valia para mim, de forma a dar mais músculo a áreas que se encontram inanimadas por posições da coluna.
Ajudando assim a uma correcta postura sem obrigações que me causam dor.

Trouxe um pedido para uma nova RM, mas sem pressa, de preferência quando voltar a ter a dor persistente no braço, só para se confirmar a alteração do prognóstico de há dois anos atrás.

A única imposição é mesmo o uso do colar cervical semi rígido sempre que estiver muito tempo na mesma posição, para evitar a dor e um agravamento da situação.
Por isso não é para eu o usar sempre, apenas quando estiver a fazer algo que me obrigue a uma posição repetida e que ponha em causa a zona cervical/ braços (conduzir mais de 15 min seguidos pex).

Agora estou a usá-lo e posso desde já dizer que esta brincadeira tem graça apenas os primeiros 3 minutos...

2 comentários:

Rita Costa disse...

Ainda bem que gostáste do médico.

Mas devias mesmo considerar a hipótese da natação... certamente que te iria ajudar.

Beijos

kombi disse...

xiiii deve de ser mesmo chato usar esse colar, mas pensa que é para o teu bem.

rápidas melhoras