sexta-feira, 26 de junho de 2009

Cinema

A grande diferença de ir ao cinema é que há quem vá ver um filme e há quem vá viver o filme.

Eu vivo os filmes, dentro da tela, em perfeita abstração do mundo real, lá - lá dentro.

Estas fotos tirei-as do lugar exacto de onde estava, sem qualquer tipo de zoom, pena que a câmera não tem um campo de visão lateral como as pessoas, porque aí sim era possível viver a tela - em imagem.























Esta sala de cinema (é a minha preferida) que tem uma mega tela, som do melhor, vibrações sonoras reais, não é efectivamente para toda a gente, é preciso apreciar e gostar de viver a sala.
O meu filho mais velho não me acompanha nesta paixão... hoje após um rapto da escola (já pré combinado de véspera) pude constatar que o puto é assim meio pró traumatizado com a escuridão e que pior até no cinema!! e a tela como é grande dá-lhe "arrepios".
Resumindo o miudo passou o filme todo (é grande, aviso já, mas sim vale a pena), longe de mim e mais perto da porta de saída, e quando eu digo mais perto quero dizer com a mão na abertura!!! santa paciência :D

2 comentários:

kombi disse...

por aqui tb foi a mais velha e o pai ver o filme, mas não me contaram nada, por ai já vi que houve muito entusiaso, ora bom ora mau.

vais ver que qd for crescido vai tb adorar essa sala de cinema.

boa semana

ladyprincesa2 disse...

nos ainda não fomos com a diana ao cinema, nem imagino como será a sua reação ao escuro e ao espaço.gostava de a levar a ver o novo da idade do gelo, mas....depende da sua reação.
eu também gosto de me sentir na tela, não fico na primeira fila, mas quase sempre no centro.
da sala.