terça-feira, 4 de novembro de 2008

Pequenos apartes

Nas nossas habituais "Conversas de carro":

Afonso: "mãe hoje a Ia tava sentada na cadeira e caiu assim (faz os gestos) e foi p'óspitál"
Eu: "foi filho? e ela magoou-se?"
Afonso: "sim, foi p'óspitál!"
Rafael: "ela magoou-se onde, Afonso?"
Afonso: "no CHÃO!! oh!"

ah ah ah ah ah ah ah
(eu e o Rafael fartámo-nos de rir)


Rafael: "não Afonso, ONDE é que ela se magoou (e apontava) no braço, na perna..."
Afonso: "na cabeça, oh!"

Mas esta conversa com aquele ar que só o Afonso consegue fazer... é demais!
É mesmo uma lufada de ar fresco ao fim de um dia de trabalho.

A lingua portuguesa é muuuito traiçoeira!

4 comentários:

ladyprincesa2 disse...

ahahahahahahahahahahahahahahhahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah
(suspiro para tomar folego)
ahahahahhahahahahahahhahahaahhahahahahahahahahhahahahaha

vá lá vá lá não levares com um DÃÃÃÃÃÃÃÃHHHHHHHHH....

jocas doces
lili e diana

Mãe dos Baguinhos disse...

Como eu te entendo... há coisas que ditas por eles ganham uma dimensão do outro mundo!

Beijos

Silvia disse...

Hehe. Essas conversas no carro devem dar um livro!
Bjokas.

Anónimo disse...

Espero que o Rafael teja melhor da cabeca.
E o teu menino o Afonso e muito engracado!!!!

Olha e agora o k vais fazer em relacao a ti......sabes k n percebo bem desses termos medicos, vai dando noticias, desculpa n vir aqui kando posso mas kando posso n me eskeco, beijssss,
xanasofia